Aplicação de cargas externas em treinamento de força com eletroestimulação muscular

APLICAÇAO DE CARGAS EXTERNAS NO TREINAMENTO DE FORÇA COM A EMS

As vezes simplificar o conceito/sistemas nos ajuda a compreende-los.

O Que é em essência um eletroestimulador muscular? Pois um gerador de contrações musculares por resistência interna.

 

O que implica que seja uma resistência interna? Pois que o recrutamento motor eletro-induzido não depende das cargas ou resistências externas.

 

Então tem sentido adicionar cargas externas? Sim, más só se faz com critério e respeitando as progressões adequadas.

 

Que vantagens apresenta sua combinação com cargas externas?

  1. Maior recrutamento motor, pois se somam a fibras eletro-induzidas com as necessárias para vencer a resistência interna.
  2. Aprendizagem motor por simultaneidade das vias aferente e eferente.
  3. Transferência máxima ao gesto esportivo
  4. Possibilidade de gerar altas resistências totais com menor carga externa, és dicir, menor impacto articular.

 

Ter em conta?

  1. Não se trata de somar por somar, se não de contar com um objetivo claro.
  2. Se a execução não está integrada não convém combina-la com EMS, demais novos estímulos.
  3. Se a execução tem contração excêntrica havemos respeitado os critérios de progressão lógicos para evitar efeitos secundários não desejados.

Deja tu comentario

WhatsApp chat